Pular para o conteúdo principal

Participe do Sarau Nós da Poesia 20 de maio na Bienal do Livro de Minas




Bienal do Livro de Minas Gerais terá apresentação de Nós da Poesia 

O Grupo Nós da Poesia faz sarau com performances poéticas na Bienal do Livro de Minas, no estante da All Print, no Expominas, no próximo domingo, 20 de maio, às 15 horas. Mais de 50 poetas de vários países da América Latina participam do grupo, mas as apresentações são realizadas com cinco a dez poetas. A última foi em Santiago, Chile, na Escuela Moderna de Música y Danza no dia 8 deste mês. O projeto realizado pelo Instituto Imersão Latina, com sede em Belo Horizonte participa das bienais do livro do Rio de Janeiro, Minas e São Paulo, desde 2009 e já passou também por congressos, encontros literários e feiras de livros de Montevidéu, Uruguai, Buenos Aires, Argentina, Bento Gonçalves, no Rio Grande do Sul, Belém do Pará e Montes Claros, em Minas Gerais.

Os livros Nós da Poesia volumes 1 e 2 estarão a venda no estande da editora All Print desde a abertura da bienal no dia 18. O valor de cada publicação é R$ 20,00, mas para quem quiser adquirir os dois volumes, será oferecido um desconto de R$5,00 por livro. 

Em junho será lançado o terceiro volume especial durante a Cúpula dos Povos, na Rio + 20. Esta próxima edição traduz a diversidade cultural com mais de 40 poetas participantes de 20 países da América Latina, além de Espanha, Canadá e São Tomé e Príncipe. São publicados também os destaques Criança não é Brinquedo, com poetas mirins, indígena e especial, que traz uma poetisa com síndrome de Dawn. "Esta é uma forma de ressaltar que sem poesia a vida é insustentável e não há sustentabilidade possível no planeta, sem aprendermos a respeitar as diferenças e valorizar a diversidade cultural", aponta a presidente do Imel e organizadora da antologia, Brenda Marques Pena.

 Para saber mais sobre o projeto Nós da Poesia, do Instituto Imersão Latina e ficar por dentro de nossa programação, acesse: http://nosdapoesia.blogspot.com e http://imersaolatina.com

Autores do Nós da Poesia volume 2:
Allez Pessoa, Antônio Carlos Altheman, Avelin Rosana, Bilá Bernardes, Brenda Mar(que)s Pena, Carlos Mario Uribe Álvarez , Carolina Orozco, Claiton Scherer, Cláudio Márcio Barbosa, Claudionor Aparecido Ritondale, Clevane Pessoa, Daniel Frini, Dymythryus, Delor Junior, Deth Haak, Edmundo Lima de Arruda Jr, Elias Antunes, Emiliana Maria de Souza Teixeira, Ênio Poeta, Fátima Sampaio, Fernando Armando Ribeiro, Gabriel Pessoa, Geraldo de Lamim, Helenice Rocha, Iván Verdugo, Jackeline Vasconcelos Valentim, Jania Souza, Juciléia Botelho, Juliana Lacerda de Oliveira Campos, Karina Araújo Campos, Lídia Dalmazo, Líria Porto, Lu Peçanha, Lucas Guimaraens, Lucas Maroca de Castro, Luiz Ângelo Vilela Tannus, Luiz Roberto Zanotti, Marcelo Campello, Marco Lisboa, Mariana Helena Jesus, Marina Mara, Natália Giacomello, Pâmilla Vilas Boas, Sandra Taís Amorim, Sílvia Motta, Tchello d´Barros.

Organização: Brenda Marques Pena / Instituto Imersão Latina
Prefácio: Lucas Guimaraens
Homenagem a Mercedes Sosa: Rosa Helena Pimentel
Memorial a Luiz Lyrio: Bruno Grossi e Clevane Pessoa
Capa: Iara Abreu (ilustração), Beto Ferris (arte final),

Serviço: Sarau Nós da Poesia com lançamento de livros 20/05/2012,
domingo, de 15 horas às 17 horas Estande da All Print, na Bienal do Livro de Minas (rua I, estante 13) Expominas (Av. Amazonas 6030, Gameleira, Belo Horizonte / MG)

 Informações para a Imprensa e entrevistas: nosdapoesia@imersaolatina.com
 32276869 (Brenda Marques - Instituto Imersão Latina

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Invitación a los escritores latinos a participar de la edición Nós da Poesia y Nosotros

INVITAMOS A LOS ESCRITORES LATINOS A PARTICIPAR DE LA EDICIÓN DE NÓS DA POESIA Y NOSOTROS EN QUE LA TEMÁTICA ES CONTRA EL INDIVIDUALISMO, EN UNA PROPUESTA DE MIRARMOS NUESTROS HERMANOS DE LATINOAMERICA.
Estamos utilizando la metáfora “el azúcar del vecino”, como algo que siempre tenemos que cooperar entre nosotros y ver desde el otro que está el lado, próximo como un amigo y hermano. Pueden enviar un poema o cuento poético hasta 3 páginas al máximo y una biografia de hasta 5 lineas para nosdapoesia@gmail.comesta semana, hasta viernes día 17.
La edición estará lista para el dia 23 de abril en Brasil, cuando es el lanzamiento en Bienal del Livro de Minas Gerais, en Belo Horizonte y luego en Encuentro Literário de Mercosur y Encuentro Latinoamericano Abrazo de Voces en Argentina.  (En Argentina se quiera y se puedes estar en esa fecha del final de abril, puedes participar de las actividades del encuentro y podemos incluso presentar algo juntos se quieres). Será muy bueno! Estuve año pasa…

“Santa Leitura” recebe convidados especiais neste domingo e lança concurso de redação

O evento agita a Praça de Santa Tereza e contagia todos que passam por lá No próximo domingo, dia 21 de agosto, o projeto “Santa Leitura”, segue levando cultura, entretenimento e alegria para a praça Duque de Caxias, em Santa Tereza (Praça de Santa Tereza), a partir das 10h, agora no terceiro domingo do mês.

Neste domingo o projeto “Santa Leitura”, que recebeu recentemente o prêmio “Por um Brasil de Leitores”, do Instituto Imersão Latina, receberá as ilustres presenças da escritora e contadora de histórias, Helenice Matias e do cantor Guilherme Mendes, participante do The Voice Kids Brasil. Também neste domingo será lançado o concurso “Vamos falar do Santa Leitura”, onde os frequentadores poderão participar enviando um texto com sua visão sobre o projeto. Três textos serão selecionados e premiados posteriormente. O prazo para entrega dos textos é até dia 18 de novembro de 2016 e o resultado final e premiação serão no dia 18 de dezembro de 2016.


CONCURSO:  VAMOS FALAR DO SANTA LEITURA…

Geraldo Vandré: Homenagem e reflexão

Por Dava Silveira*

Geraldo Vandré completa 81 anos em 12 de setembro e a questão da ditadura militar parece mais atual do que nunca. 

Estando a história do compositor entrelaçada com esse período da história do Brasil, resolvi selecionar um trecho do meu livro para ilustrar uma das heranças do golpe de 1964: “Geraldo Vandré exemplifica como ninguém os conflitos vividos pelo artista engajado dos anos 60. Influenciado pelas propostas do Centro Popular de Cultura, que pregava a “ida ao povo”, também convivia com a nova forma de articulação da indústria cultural com a música, tornando-a dependente de uma dinâmica mercantil que escapava ao seu controle.

Mas o compositor de “Caminhando” ilustra também o drama pelo qual passaram aqueles que se exilaram após a promulgação do AI-5 e que, ao retornarem, encontraram um país bem diferente. As transformações políticas, econômicas e culturais, provocadas pelo permanente controle do AI-5, tornaram possível a consolidação da indústria cultural, mudando,…