Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

Sarau da Lua Cheia será nesta sexta em Blumenau

ESCRITORES BLUMENAUENSES SÃO O TEMA DO  11º SARAU DA LUA CHEIA

Durante o evento será lançado o livro “A Literatura dos Catarinenses - Espaços e Caminhos de Uma Identidade”, de Celestino Sachet

Dia 16 de agosto, noite de lua cheia, os blumenauenses têm encontro marcado no Sarau da Lua Cheia. O evento, que segue para a 11ª edição, acontece das 19 às 22 horas, no jardim da biblioteca do Sesc em Blumenau, Santa Catarina. O objetivo é reunir escritores, pessoas que gostem de ler ou escrever, músicos, artistas de todas as áreas, para falar e ou recitarem poemas, compartilhando a literatura da temática escolhida em cada encontro.


Para esta edição o tema escolhido foi a escrita blumenauense, nas diversas épocas e gerações. Será montado um varal com os textos selecionados. Haverá exibição de vídeo-poemas produzidos com textos de blumenauenses, audição do Professor de Música do Sesc, Mailon Bugmann e alunos de música do Sesc e da cantora Rosane Maçaneiro. O projeto é idealizado e administrado pelas…

Cine Clube Latino começa hoje no Núcleo de Estudos de Cultura Popular com destaque para a poesia de Patativa do Assaré

Poeta Elizeu Moreira Paranaguá lança Silêncio da Pedra do Caos neste sábado na Bahia

O poeta Elizeu Moreira Paranaguá lançará seu terceiro livro de poemas, Silêncio da Pedra do Caos, no próximo sábado, dia 3 de agosto, às 10 horas da manhã. O evento vai acontecer na Sala Walter da Silveira, na Biblioteca Pública do Estado, que fica na rua General Labatut, 27, no bairro Barris, em Salvador, Bahia.

Em Silêncio da Pedra do Caos, publicado pela editora Multifoco, Elizeu Moreira Paranaguá, o Conde dos Lajedos, continua a demonstrar os traços da sua poética filosófica e metafísica. O livro traz pareceres de críticos e escritores significativos da cena literária baiana: Cid Seixas, Germano Machado, Maria da Conceição Paranhos e Mayrant Gallo.

Para Germano Machado “Elizeu Moreira Paranaguá pensa a poesia na filosofia e a filosofia na poesia. Silêncio da Pedra do Caos mostra às claras um poetizar denso e forte, a caminho de um alargamento , a descida ao fundo, ao profundo, à fundação”. Já Mayrant Gallo afirma que "Elizeu Moreira Paranaguá nos anuncia que ainda há céu e q…