Pular para o conteúdo principal

Escritor Luiz Alberto Bandeira é indicado ao Prêmio Nobel de Literatura 2015 pelo livro A Segunda Guerra Fria

A convite da Real Academia Sueca, a União Brasileira de Escritores(UBE) indicou o nome do historiador e cientista político Luiz Alberto de Vianna Moniz Bandeira para o Prêmio Nobel de Literatura de 2015. Atualmente radicado na cidade alemã de Heidelberg, onde é cônsul honorário do Brasil, Moniz Bandeira é autor de mais de 20 obras, notadamente ensaios políticos, e de livros de poesias, como Verticais (1956), Retrato e Tempo (1960) e Poética (2009).
Em um comunicado, o presidente da UBE, Joaquim Maria Botelho, justificou a indicação. "Moniz Bandeira é um intelectual que vem repensando o Brasil há mais de 50 anos. Com fundamentação absolutamente consistente, suas narrativas são exercícios da literatura aplicada ao conhecimento dos meandros da política exterior, não só do Brasil mas de outros países cujas decisões afetam, para o mal ou para o bem, a vida, a nacionalidade e a própria identidade brasileira", disse Botelho.

 A nota ainda informa que vários de seus livros são adotados pelo Itamaraty no curso de formação de diplomatas. Entre eles Formação do Império Americano - Da Guerra contra a Espanha à Guerra no Iraque. Mais de oito anos atrás, o brasileiro denuncia nesse trabalho a espionagem praticada pelas agências de segurança norte-americanas em diversos países.

O livro foi traduzido e publicado na China e na Argentina. Seu livro mais recente, publicado em 2013, é A Segunda Guerra Fria, que trata da geopolítica e da dimensão estratégica dos Estados Unidos nas rebeliões da Eurásia e nos movimentos da África do Norte e Oriente Médio. Escrita entre março e novembro de 2012, a narrativa de Moniz Bandeira "praticamente acompanha em tempo real os acontecimentos recentes mais significativos", de acordo com o comunicado divulgado pela UBE.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Exposição Aspectos Urbanos reúne artes visuais de Iara Abreu e poesia de vários poetas em Ouro Preto

Iara Abreu e vários dos poetas participantes são coautores do coletivo Nós da Poesia

Imperfeita Desarmonia de Fernando Antônio Fonseca tem lançamento na próxima Feira de Poesia Especial

Fernando Antônio Fonseca e Scortecci Editora convidam para o Lançamento do livro “Imperfeita Desarmonia”, dia 26/01/2017, às 19:30 hs, no Feira de Poesia Especial. Local: Centro Cultural Padre Eustáquio Rua Jacutinga, 821 (anexo a Feira Coberta) Entrada Franca

Vem aí o Segundo Festival Cultural e Concurso Literário do Sarau da Onça

O II Festival de Arte, Cultura e Concurso Literário Sarau da Onça foi aprovado no edital Setorial de Literatura da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb). “O projeto tem patrocínio do Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia”.

O Sarau da Onça divulgará em 10 de janeiro de 2017 um edital que visa selecionar dois poemas de cinquenta autores de Salvador nas categorias: Poesia (quarenta textos de 25 linhas, no máximo) e Conto (dez textos de no máximo 25 linhas) e consequente publicação em 5000 exemplares de uma antologia, sem custo para os participantes, que receberão cinco exemplares cada um, a título de direitos autorais.

Além do concurso literário, serão oferecidas oficinas de teatro, dança, Hip Hop, criação literária, que vão ser ministradas por membros do Sarau da Onça e convidados, com carga horária de quatro horas aos sábados ou domingos, com apresentação de mostras ao final do festival, num grande encontro n…