Pular para o conteúdo principal

10 anos do Manifesto das Flores: Neste domingo é dia de mutirão de doação de mudas e oficina de flores no Parque Municipal

Adicionar legenda
Poetas do Grupo Nós da Poesia estarão presentes no Parque Municipal este domingo com o livro Nós da Poesia + 20 Nosotros

Leia mensagem do idealizador do projeto Manifesto das Flores, o artista plástico e educador Severino Iabá e participe!


Queridos hermanos e hermanas,

 Paz  y  Bien!!

Como já é do conhecimento de todos, o projeto Boi  Rosado Ambiental: mãos solidárias pela terra viva, em 2012, chamado de Plantar Rio+ 20, foi resultante de um processo criativo do projeto de arte pública Manifesto das Flores ( 2003). Um dos desdobramentos desse processo foi a homenagem ao escritor Guimarães Rosa (2006-  2008) que culminou na criação do folguedo do  Boi Rosado.

Para comemorar  os 10 anos do projeto  Manifesto das Flores, diversas atividades eco-culturais  vem sendo realizadas desde 2012, a exemplo do que  aconteceu nas areias da praia de Copacabana no Rio de janeiro, durante a Rio+20.

 Para este ano, além de uma exposição artística comemorativa  do projeto, que acontecerá em um centro cultural de Belo Horizonte ( data ainda não definida ), várias atividades estarão acontecendo em maio e junho, com a participação dos artistas e simpatizantes do projeto. Estas atividades também fazem parte  das comemorações da Semana do Meio Ambiente.

PROGRAMAÇÃO:

Dia  2 de junho ( domingo)  das 9 às 12 horas

Local: Pracinha ao lado da entrada principal ( Av. Afonso Pena) do Parque Municipal  Américo Renê Gionnetti de Belo Horizonte.

Atividade: doação a população de mudas de árvores nativas, seguida  de  oficina de confecção de rosas de papel crepom.

Dia 5 de junho – Dia Mundial do Meio Ambiente (quarta-feira) às 9 horas

Local: Entrada do Clube Recreativo Arvoredo, localizada na  Rua Domingos Sítio ,455, Fonte Grande II , Contagem, MG.

Atividade: plantio de  mudas  de pau-brasil no Clube e doação de mudas a comunidade.


Dia 7 de junho (sexta –feira)  às 16 horas

Local: viveiro do  viveiro do Boi Rosado.

Atividade: Doação de mudas a Escola Municipal Walter Lopes de Contagem e realização de uma oficina  ecopedagógica  no viveiro do Boi Rosado para os alunos da escola.

Dia 27 de junho ( quinta-feira ) – Dia do nascimento do escritor Guimarães Rosa.

Atividade: plantio de uma palmeira de buriti, em um parque de Belo Horizonte. ( aguardar definição do local e data ).

Observação: Neste período serão doadas aproximadamente duas mil mudas, que foram produzidas nos viveiros do Boi Rosado e do Grupo Ecológico Pau-brasil.

Realização:

Projeto Manifesto das Flores - Irmandade e Sociedade dos Amigos do Boi Rosado

Participação confirmadas nas atividades:

Simpatizantes do projeto Manifesto das Flores e do Boi Rosado.
Poetas do livro “ Nós de Poesia : nosoutros + 20
Membros Grupo Ecológico Pau-brasil.
Membros do grupo: Boi Rosado Ambiental
Comitê Mineiro de Apoio as Causas Indígenas
Outros...( aguardando confirmação )

Apoio: Fundação de Parques Municipais de Belo Horizonte – Clube Recreativo Arvoredo, Sindute- Contagem e Sindute-Betim, Restaurante Dona Preta, Instituto Imersão Latina, Restaurante Chico da Kafua .

Contato: Severino Iabá ( 031 – 91711314 )
E-mail: boirosado@yahoo.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma década sem Artur da Távola

Soneto Inascido
O poema subjaz. Insiste sem existir  Escapa durante a captura   Vive do seu morrer.
O poema lateja. É limbo, é limo, Imperfeição enfrentada Pecado original.
O poema viceja no oculto Engendra-se em diluição Desfaz-se ao apetecer.
O poema poreja flor e adaga  E assassina o íncubo sentido. 
Existe para não ser.
(Artur da Távola) 
Por Fernando Moura Peixoto

“Artur da Távola – a pretexto ou a reboque da televisão – borda crônicas de nossa angústia cotidiana, tirando de cada átomo de significância televisionária uma lição ou pensação que seguramente constitui, para cada um dos seus leitores, uma pausa reflexiva no turbilhão insensato do dia a dia. É que nele há moral sem moralismo caturra e fechado, esperança sem embustes ilusionistas, cepticismo sem náusea, carinho psicolinguístico espontâneo capaz de captar os valores significados nos termos e vocábulos novos transados aqui e ali. Com isso, Artur da Távola tem sua legião de leitores gratos, em que me inscrevo grato.” ANTONIO HOUAISS (1915…

Nós da Poesia prepara nova edição. Participe até 15 de janeiro de 2018!

A próxima antologia Nós da Poesia (volume 6) terá como tema Va...idades / Van...idades(falará sobre a passagem do tempo, memória e valorização da vida). 

Participe enviando 4 poemas ou prosas poéticas. As inscrições estão abertas de hoje 15/10/2018 a 15/01/2018. 

Basta enviar seus textos em português ou espanhol para o e-mail: nosdapoesia@gmail.com. 

Participe e concorra a prêmios de publicação para os 3 primeiros colocados e de edição cooperativa para 30 participantes. A publicação é organizada pelo Instituto Imersão Latina.

Un poema a las Madres de la Plaza de Mayo de Argentina

Para Ti Madre De La Plaza De Mayo
Yo también soy tu hijo, Madre de la Plaza de Mayo. Como somos tus hijos Todos nosotros, Los hombres que tenemos Una conciencia libertária!... En mi país, Madre, No tenemos una Plaza de Mayo. Y tampoco hace falta, Pués todo el país, Madre, És una imensa plaza de Mayo!... Tu dolor, Madre de la Plaza de Mayo, És el dolor de la própria Democracia, Siempre amenazada por los uniformes y las botas. LLoro contigo, Madre, El desaparecimiento de tus hijos, Mis hermanos y hermanas argentinos, Y te nombro Madre, Porque sé Que si yo hubiera nacido en tu país, Mi pobre madrecita, Estaria junto a vosotras En la Plaza de Mayo, Preguntando por mi...
Buenos Aires, Febrero de 1983
© Lenine de Carvalho Do Livro Estação Lobo Azul (ou P.X. A Caixa Mágica) http://www.usinadeletras.com.br/exibelotextoautor.php?user=Lenine www.loboazul.avbl.com.br