Pular para o conteúdo principal

Festa Literária Internacional de Paraty faz homenagem a Millôr Fernandes em junho


A Flip 2014 vem aí!









A programação da 12a. Flip (Festa Literária Internacional de Paraty) já está no ar, e os ingressos começam a ser vendidos às 10h do dia 30 de junho. A crítica ao poder, característica do homenageado Millôr Fernandes, dá o tom da programação deste ano, que oferece ainda recortes como humor, arquitetura, ciência e pensamento indígena.

Homenagem a Millôr 
O crítico Agnaldo Farias, os humoristas Reinaldo e Hubert, os cartunistas Jaguar e Cássio Loredano e o jornalista Sérgio Augusto participam de mesas em homenagem ao genial guru do Méier. Na Casa da Cultura, uma exposição apresenta uma ambientação inspirada no mundo de seus desenhos publicações.

Gal Costa em show gratuito
A grande cantora brasileira se apresenta no primeiro show de abertura gratuito na história da Flip.

Pensamento indígena e Amazônia
O pensamento indígena, o xamanismo, a poesia ameríndia e a disputa de interesses na Amazônia ganham destaque em mesas com o xamã yanomami Davi Kopenawa, a fotógrafa Claudia Andujar, o antropólogo Eduardo Viveiros de Castro e o indigenista Beto Ricardo.

Arquitetura
A arquitetura, que em 2013 ganhou mesa fixa na programação, traz Paulo Mendes da Rocha, vencedor do Pritzker e um dos principais pensadores do Brasil contemporâneo, ao lado do italiano Francesco Dal Co.

Ciência
As mesas dedicadas ao tema vão da criação de filhos fora do padrão, tema explorado por Andrew Solomon, aos limites do conhecimento, discutidos por Marcelo Gleiser, passando pela interface da ciência com a cultura e a história da alimentação com Michael Pollan.

Ficção e poesia
Fazem parte da programação encontros com grandes autores de ficção, como Jhumpa Lahiri, Etgar Keret, Almeida Faria, Eleanor Catton e Joël Dicker; e uma amostra milloriana de que o humor está entre as formas mais elevadas da inteligência, com Fernanda Torres, Antonio Prata, Mohsin Hamid e Gregorio Duvivier. Charles Peixoto e Eliane Brum, um prosador na poesia e uma poeta na prosa,completam o quadro.

Latinos
A prosa latino-americana tem um representante de peso para cada geração, do boom dos anos 1960, vivido pelo Prêmio Cervantes Jorge Edwards, à “anexação” cultural dos Estados Unidos pela América Latina, registrada na obra de Daniel Alarcón – entre os dois, Juan Villoro, companheiro de armas de Roberto Bolaño e Enrique Vila-Matas.

Brasil e ditadura
A trajetória de dois grandes artistas, Cacá Diegues e Edu Lobo, que lançam livros de memórias durante a Flip, promete uma mesa histórica sobre a vida cultural no Brasil das últimas décadas, pertinente neste ano de Copa, eleição e aniversário de 50 anos do golpe militar – data lembrada em meio à literatura na mesa com Marcelo Rubens Paiva, Bernardo Kucinski e Persio Arida.

Serviço

Venda de ingressos: Os ingressos para as mesas da Flip 2014 podem ser adquiridos a partir das 10h do dia 30 de junho, pela internet, no site da Tickets for Fun, pelo telefone4003-5588 e nos pontos de venda credenciados (a lista completa estará disponível no site ticketsforfun.com.br). Os ingressos estarão disponíveis para venda até o dia 29 de julho. Durante os dias da Flip, poderão ser adquiridos apenas na bilheteria em Paraty.

Transmissão online: Por mais um ano consecutivo, todas as mesas da programação principal serão transmitidas gratuitamente em tempo real pelos sites da Flip e do G1.

Quem faz a Flip

A Casa Azul é uma organização da sociedade civil de interesse público, que desenvolve projetos nas áreas de arquitetura, urbanismo, educação e cultura. Desde as primeiras ações, mantém uma intensa relação com a cidade de Paraty. A Flip e os projetos educativos permanentes – Flipinha, FlipZona e Biblioteca Casa Azul - são algumas de suas experiências que potencializam importantes transformações no território e ajudam a melhorar a qualidade de vida de crianças e jovens paratienses.

Canais de Comunicação Flip

flip.org.br | facebook.com/flip.paraty | twitter.com/flip_se

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sesc Palladium promove edição especial do Digas! Poesia Falada com o espetáculo “Garganta ao Vivo"

Espetáculo inédito se originou do LP de poesia falada “Garganta”, que reúne poemas de 20 celebrados autores contemporâneos. Com entrada gratuita, a apresentação poderá ser conferida no dia 19 de abril, às 20h. 
No próximo dia 19 de abril, quarta-feira, o Sesc Palladium promove uma edição especial do seu projeto Digas! Poesia Falada, com o espetáculo de poesiaGarganta ao Vivo. A montagem se originou do LP “Garganta”, documento sonoro em vinil que apresenta uma amostra da poesia contemporânea brasileira, reunindo trabalhos de alguns dos principais autores surgidos nos últimos 20 anos. Inédito e sem previsão de reapresentações, o espetáculo poderá ser conferido às 20h, no Grande Teatro do Sesc Palladium. Entrada gratuita, com retirada de ingresso 2h antes da sessão.
Em 2016, um grupo de poetas brasileiros se uniu para prensar um disco de vinil com poesia falada, buscando reavivar a tradição de LPs de poesia brasileira. O disco, denominado Garganta, lançado numa parceria da Embolacha com a …

Nós da Poesia prepara nova edição. Participe até 15 de janeiro de 2018!

A próxima antologia Nós da Poesia (volume 6) terá como tema Va...idades / Van...idades(falará sobre a passagem do tempo, memória e valorização da vida). 

Participe enviando 4 poemas ou prosas poéticas. As inscrições estão abertas de hoje 15/10/2018 a 15/01/2018. 

Basta enviar seus textos em português ou espanhol para o e-mail: nosdapoesia@gmail.com. 

Participe e concorra a prêmios de publicação para os 3 primeiros colocados e de edição cooperativa para 30 participantes. A publicação é organizada pelo Instituto Imersão Latina.

Poesias de Março

DIA NACIONAL DA POESIA TERÁ OFICINA DE CRIAÇÃO LITERÁRIA E SARAU NO ESPAÇO GUAJA COM AUTORES DO COLETIVO NÓS DA POESIA 
A União Alternativa Cultural - UNIAC, o Instituto Imersão Latina – IMEL e a Associação Internacional Poetas del Mundo Secção de Minas Gerais realizam desde 2013 o evento Poesias de Março em comemoração do dia nacional e internacional da poesia que são no mês de março. A realização de um sarau com venda de livros de autores e shows poético-musicais é sempre no dia 14 de março. A ONU  - Organização das Nações Unidas reconhece o papel que a poesia tem para o desenvolvimento da paz e por a poética ser uma expressão presente em todas as artes.  O Teatro da Biblioteca Pública Estadual Luiz de Bessa sediou a abertura desta proposta e este ano vamos realizar no Espaço Guaja (Av. Afonso Pena, 2881 - Centro), com sarau poético-musical e conversa com autores com o tema: da prosa ao verso e vice-versa a partir das 18 horas.  O evento terá o custo de R$ 50,00 (cinquenta reais) com …