Pular para o conteúdo principal

Associação Mineira de Imprensa apoia distribuição de livro infantil

Carlos Lúcio Gontijo, poeta, escritor e jornalista, um dos autores de Nós da Poesia: Vozes da rua apresentará ao público leitor de Belo Horizonte o seu terceiro livro infantil, “O guarda-chuva do Simão”, que compõe uma carreira literária que contabiliza 17 edições, que se encontram disponíveis, em livre acesso, no site do autor (www.carlosluciogontijo.jor.br).
O novo livro infantil recebeu ilustrações e programação visual de Nivaldo Marques Martins e traz a preocupação de introduzir as crianças alfabetizadas no mundo da metáfora, da poesia e da realidade social que as cerca, passando-lhes a ideia da necessidade de acolher e incluir, fraternalmente, todas as pessoas no ambiente comunitário.
Carlos Lúcio lançou seu primeiro livro em 1977 e tem plena noção das dificuldades existentes no mercado editorial, que sofre as duras consequências da falta de hábito e gosto pela leitura ainda constatada no Brasil. Por isso, “O guarda-chuva do Simão” será distribuído às escolas que se interessarem em abrigá-lo em sua biblioteca. O projeto espera contar com interesse de até 40 escolas, que receberão (gratuitamente) 20 exemplares da nova obra infantil, com o objetivo de facilitar o trabalho desenvolvido em sala de aula pelas professoras e professores.
Cerimônia de entrega
As escolas que se apresentarem interessadas no livro “O guarda-chuva do Simão” deverão marcar presença na Associação Mineira de Imprensa (AMI), na Rua da Bahia, 1.450, centro de Belo Horizonte,  no dia 14 de março de 2015, às 18h de um sábado.
A AMI, apoiadora da realização do evento, solicita que as escolas de Belo Horizonte e Região Metropolitana, dispostas a enviarem seus representantes, entrem em contato com a entidade, no horário de 10h às 16 horas, pelo telefone (31) 3224-5890, de segunda a sexta-feira, pois o número de vagas disponíveis se restringe a 40 escolas de ensino fundamental, obedecendo à quantidade de exemplares que serão repassados sem qualquer ônus às unidades escolares.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma década sem Artur da Távola

Soneto Inascido
O poema subjaz. Insiste sem existir  Escapa durante a captura   Vive do seu morrer.
O poema lateja. É limbo, é limo, Imperfeição enfrentada Pecado original.
O poema viceja no oculto Engendra-se em diluição Desfaz-se ao apetecer.
O poema poreja flor e adaga  E assassina o íncubo sentido. 
Existe para não ser.
(Artur da Távola) 
Por Fernando Moura Peixoto

“Artur da Távola – a pretexto ou a reboque da televisão – borda crônicas de nossa angústia cotidiana, tirando de cada átomo de significância televisionária uma lição ou pensação que seguramente constitui, para cada um dos seus leitores, uma pausa reflexiva no turbilhão insensato do dia a dia. É que nele há moral sem moralismo caturra e fechado, esperança sem embustes ilusionistas, cepticismo sem náusea, carinho psicolinguístico espontâneo capaz de captar os valores significados nos termos e vocábulos novos transados aqui e ali. Com isso, Artur da Távola tem sua legião de leitores gratos, em que me inscrevo grato.” ANTONIO HOUAISS (1915…

Un poema a las Madres de la Plaza de Mayo de Argentina

Para Ti Madre De La Plaza De Mayo
Yo también soy tu hijo, Madre de la Plaza de Mayo. Como somos tus hijos Todos nosotros, Los hombres que tenemos Una conciencia libertária!... En mi país, Madre, No tenemos una Plaza de Mayo. Y tampoco hace falta, Pués todo el país, Madre, És una imensa plaza de Mayo!... Tu dolor, Madre de la Plaza de Mayo, És el dolor de la própria Democracia, Siempre amenazada por los uniformes y las botas. LLoro contigo, Madre, El desaparecimiento de tus hijos, Mis hermanos y hermanas argentinos, Y te nombro Madre, Porque sé Que si yo hubiera nacido en tu país, Mi pobre madrecita, Estaria junto a vosotras En la Plaza de Mayo, Preguntando por mi...
Buenos Aires, Febrero de 1983
© Lenine de Carvalho Do Livro Estação Lobo Azul (ou P.X. A Caixa Mágica) http://www.usinadeletras.com.br/exibelotextoautor.php?user=Lenine www.loboazul.avbl.com.br

Nós da Poesia prepara nova edição. Participe até 15 de janeiro de 2018!

A próxima antologia Nós da Poesia (volume 6) terá como tema Va...idades / Van...idades(falará sobre a passagem do tempo, memória e valorização da vida). 

Participe enviando 4 poemas ou prosas poéticas. As inscrições estão abertas de hoje 15/10/2018 a 15/01/2018. 

Basta enviar seus textos em português ou espanhol para o e-mail: nosdapoesia@gmail.com. 

Participe e concorra a prêmios de publicação para os 3 primeiros colocados e de edição cooperativa para 30 participantes. A publicação é organizada pelo Instituto Imersão Latina.