Pular para o conteúdo principal

FLIMS será encontro da literatura com outras artes


“No Brasil é um costume dizermos que o ano só começa mesmo depois do carnaval. E nesse ritmo, a Feira Literária Internacional de Mato Grosso – FLIMS do Sul promete ser um marco de um bom início de 2014. De 26 de fevereiro a 1º de março a capital Campo Grande recebe escritores e artistas de diversas áreas do mundo afora. A cidade é propícia para o encontro de outros países, afinal o Estado do Mato Grosso já faz divisa com Bolívia e Paraguai. A realização é da Associação Internacional de Poetas, com coordenação geral de Delasnieve Daspet, a quem tive a honra de receber o convite para ser uma das coordenadoras da Feira Literária. Até lá divulgarei várias notícias neste blog. Afinal de contas o Imersão Latina é parceiro do Movimento Internacional Poetas del Mundo, originário do Chile, que originou a Associação Internacional de Poetas no Brasil.”
brenda_foto* Brenda Marques Pena – Presidente do Instituto Imersão Latina – Cônsul de Poeta del Mundo, Diretora de Comunicação da Associação Internacional de Poetas por Minas Gerais. Embaixadora da Paz pelo Círculo Universal de Embaixadores de Genebra, Suíça.
PROGRAMAÇÃO PRÉVIA DO ESTANDE DE MINAS GERAIS – Estande de Minas Gerais
Quinta-feira dia 26.02
José Hilton Rosa lançara o livro Sorriso e Lágrimas – Quinta-feira a partir das 14 horas/
Sexta-feira dia 27.02
Marta Helena dos Reis – lançamentos dos Livros Infantis: Uma viagem Inesquecível e O Ratinho do Violão Sexta-feira a partir das 14 horas
Brenda Marques Pena – lançamento livro Utopias possíveis – Imersão Latina 10 anos a partir das 19 horas
Sábado dia 28.02
Newton Emediato Filho – Lançamento da segunda edição de Todos os dias de Ontem
Prêmio Funarte/Ministério da Cultura. Sábado a partir das 14 horas dia
Shows a partir das 20 horas
Tinga das Gerais (Cantor, Poeta e Autor) e Gabriel da Viola (Cantor)
Marcos assumpção – Voz e Violão e Brenda Mars (percussão  e poesia)
Rodas poético-musicais – todos os dias (nelas podemos intercalar música e poesia) uma ao meio-dia outra a partir das 18 horas. Uma maneira de interagir poetas e músicos com o público. Rosângela Ferris representando o coletivo Nós da Poesia.
 A programação de MG está sujeita às alterações
 Observação: quem resolver ir de última hora pode participar das rodas de poesia e música.
Contato com a coordenação de Minas: newdiato@hotmail.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Uma década sem Artur da Távola

Soneto Inascido
O poema subjaz. Insiste sem existir  Escapa durante a captura   Vive do seu morrer.
O poema lateja. É limbo, é limo, Imperfeição enfrentada Pecado original.
O poema viceja no oculto Engendra-se em diluição Desfaz-se ao apetecer.
O poema poreja flor e adaga  E assassina o íncubo sentido. 
Existe para não ser.
(Artur da Távola) 
Por Fernando Moura Peixoto

“Artur da Távola – a pretexto ou a reboque da televisão – borda crônicas de nossa angústia cotidiana, tirando de cada átomo de significância televisionária uma lição ou pensação que seguramente constitui, para cada um dos seus leitores, uma pausa reflexiva no turbilhão insensato do dia a dia. É que nele há moral sem moralismo caturra e fechado, esperança sem embustes ilusionistas, cepticismo sem náusea, carinho psicolinguístico espontâneo capaz de captar os valores significados nos termos e vocábulos novos transados aqui e ali. Com isso, Artur da Távola tem sua legião de leitores gratos, em que me inscrevo grato.” ANTONIO HOUAISS (1915…

Nós da Poesia prepara nova edição. Participe até 15 de janeiro de 2018!

A próxima antologia Nós da Poesia (volume 6) terá como tema Va...idades / Van...idades(falará sobre a passagem do tempo, memória e valorização da vida). 

Participe enviando 4 poemas ou prosas poéticas. As inscrições estão abertas de hoje 15/10/2018 a 15/01/2018. 

Basta enviar seus textos em português ou espanhol para o e-mail: nosdapoesia@gmail.com. 

Participe e concorra a prêmios de publicação para os 3 primeiros colocados e de edição cooperativa para 30 participantes. A publicação é organizada pelo Instituto Imersão Latina.

Un poema a las Madres de la Plaza de Mayo de Argentina

Para Ti Madre De La Plaza De Mayo
Yo también soy tu hijo, Madre de la Plaza de Mayo. Como somos tus hijos Todos nosotros, Los hombres que tenemos Una conciencia libertária!... En mi país, Madre, No tenemos una Plaza de Mayo. Y tampoco hace falta, Pués todo el país, Madre, És una imensa plaza de Mayo!... Tu dolor, Madre de la Plaza de Mayo, És el dolor de la própria Democracia, Siempre amenazada por los uniformes y las botas. LLoro contigo, Madre, El desaparecimiento de tus hijos, Mis hermanos y hermanas argentinos, Y te nombro Madre, Porque sé Que si yo hubiera nacido en tu país, Mi pobre madrecita, Estaria junto a vosotras En la Plaza de Mayo, Preguntando por mi...
Buenos Aires, Febrero de 1983
© Lenine de Carvalho Do Livro Estação Lobo Azul (ou P.X. A Caixa Mágica) http://www.usinadeletras.com.br/exibelotextoautor.php?user=Lenine www.loboazul.avbl.com.br