Pular para o conteúdo principal

Terreiro de Brother reúne manifestações culturais diversas

Shows de música e poesia vão fazer do Centro Mineiro de Cultura no bairro São Paulo uma reunião de ritmos e vozes


O Centro Mineiro de Cultura apresenta Terreiro de Brother, shows itinerantes que se iniciam neste sábado, 28 de março, às 19 horas. O Centro Mineiro de Cultura fica na rua Maria Piétra Machado 123, no bairro São Paulo. O espaço conhecido como curral do samba já recebeu em sua história artistas diversos.
Djalma e Jone Herno

O músico Djalma Januário, vocalista da banda Agbara e agente cultural de longa data, junto com percussionista Jone Herno coordenam esse significante projeto que vai girar de norte a sul de Belo Horizonte.

A abertura do Terreiro de Brother será uma grande celebração de arte, no mês internacional das mulheres e da poesia. A noite começa com o recital Poesias de Março, coordenado pela Associação Internacional de Poetas, Imersão Latina e UNIAC. Estão confirmadas a participação dos poetas:  Brenda Mars, Carlos Barroso, Consuelo Aragão, Ênio Poeta, José Hilton Rosa, Martha Reis, Newton Emediato e Rosângela Ferris.

Lu Toledo
Música feita por mulheres
Os shows musicais começam com a cantora Lú Toledo destilando MPB.
A cantora possui um estilo peculiar de cantar com voz que expressa delicadeza e lirismo ao mesmo tempo
em que consegue exprimir como quem realmente acredita no que diz. Como nas palavras de um fã escritor que lhe escreveu: “Que mulher é essa que quando canta solta sua alma como pássaros escapando de uma gaiola, numa demonstração de felicidade pura?”

Cáusticas
Na sequência a Cáustica marca presença com o rock feminino das mulheres Cáusticas. Formada por Brenda Mars, bateria e voz, Polly Alves, baixo e voz, Pâmilla Villas Boas, guitarra e voz e Bárbara Lopes, voz e percussão, a banda traz músicas autorais, incluindo a música Nada de Cor. O single foi gravado no estúdio Minério de Ferro, da banda de pop rock Jota Quest e está sendo lançado este mês. A música é da banda Cáustica, com co-autoria de Fab Palladino e arranjos de Filipe Marks. A produção do clip de divulgação da música de Renato Gaia e Paloma da Matta Machado e pode ser conferida pelo facebook.com/banda.caustica


Banda Agbara divulga seu novo trabalho Agbalá

A banda Agbara está divulgando seu mais recente trabalho Agbalá ,com repertório ecleticamente bem colocado traz no seu conteúdo elementos que formam a digital da banda, fusão de seguimento diferenciados da música brasileira, principalmente as de matrizes africanas. A banda Agbara representa e promove cultura e arte há quase duas décadas e lança agora divulga talentos que despontam na querida Minas Gerais.

Serviço:
Terreiro de Brother: encontro de arte e culinária
28/03/2015 às 19 horas
Local: Centro Mineiro de Cultura (rua Maria Piétra Machado 123, bairro São Paulo, em Belo Horizonte, Minas Gerais)
Recital Poesias de Março e shows de Lú Toledo, Cáusticas e Agbara.
Valor dos ingressos: R$ 10,00


Mais informações: (31) 88616899/ 35882976

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Exposição Aspectos Urbanos reúne artes visuais de Iara Abreu e poesia de vários poetas em Ouro Preto

Iara Abreu e vários dos poetas participantes são coautores do coletivo Nós da Poesia

Imperfeita Desarmonia de Fernando Antônio Fonseca tem lançamento na próxima Feira de Poesia Especial

Fernando Antônio Fonseca e Scortecci Editora convidam para o Lançamento do livro “Imperfeita Desarmonia”, dia 26/01/2017, às 19:30 hs, no Feira de Poesia Especial. Local: Centro Cultural Padre Eustáquio Rua Jacutinga, 821 (anexo a Feira Coberta) Entrada Franca

Vem aí o Segundo Festival Cultural e Concurso Literário do Sarau da Onça

O II Festival de Arte, Cultura e Concurso Literário Sarau da Onça foi aprovado no edital Setorial de Literatura da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb). “O projeto tem patrocínio do Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia”.

O Sarau da Onça divulgará em 10 de janeiro de 2017 um edital que visa selecionar dois poemas de cinquenta autores de Salvador nas categorias: Poesia (quarenta textos de 25 linhas, no máximo) e Conto (dez textos de no máximo 25 linhas) e consequente publicação em 5000 exemplares de uma antologia, sem custo para os participantes, que receberão cinco exemplares cada um, a título de direitos autorais.

Além do concurso literário, serão oferecidas oficinas de teatro, dança, Hip Hop, criação literária, que vão ser ministradas por membros do Sarau da Onça e convidados, com carga horária de quatro horas aos sábados ou domingos, com apresentação de mostras ao final do festival, num grande encontro n…